• English
  • Français
  • Português
  • Español
Mundus
 

    Bolsas e Propinas

    ELIGIBILIDADE

    As candidaturas a bolsas submetidas à Agência EACEA por indivíduos não são elegíveis para financiamento (bolsa de estudos).

    Os particulares que trabalham para a Agência EACEA nãom são elegíveis para bolsas de estudo.
    Os candidatos a uma bolsa Erasmus Mundus deverão indicar no início do formulário de candidatura se se candidatam a uma bolsa de Categoria A ou B.

    A candidatura à bolsa Erasmus Mundus de Categoria A e Categoria B é feita mediante preenchimento e envio de formulário de candidatura próprio para a Coordenação do IM in NLP & HLT, até dia 19 de Dezembro de 2011, imperetrivelmente.

    A lista ordenada de candidatos seleccionados será actualizada em caso de desistência de algum estudante, e os seguintes melhores candidatos nessa lista serão imediatamente notificados.

    Estudantes da Categoria A

    Apenas os alunos de um país terceiro ou da janela das Balcãs ocidentais e da Turquia, que se tenham candidatado e sido admitidos para participar no Programa de Curso de Mestrado Erasmus Mundus são elegíveis para uma bolsa Categoria A.

    Todos os países do mundo – excepto os países membros da União Europeia, os Estados da EEA-EFTA (Islândia, Liechtenstein, Noruega) e os países candidatos a membros da União Europeia – são considerados países terceiros.

    “Por estudante de país terceiro entende-se, cumulativamente: o cidadão nacional de um país terceiro, o que exclui os cidadão os Estados da EEA-EFTA e países candidatos a membros da União Europeia; um estudante que já obteve um primeiro grau de ensino superior; que não é residente em nenhum dos Estados Membros da União Europeia ou nos países participantes; que não tenha desenvolvido a sua actividade principal (estudos ou trabalho) durante mais de 12 meses nos últimos cinco anos em qualquer dos Estados Membros ou nos países participantes; que não tenha sido aceite para registo ou não esteja já registado num Curso de Mestrado Erasmus Mundus.”

    Para se qualificar como candidato de um país terceiro elegível para uma bolsa de estudos da categoria A, o candidato deverá, cumulativamente, ser detentor de um diploma de primeiro ciclo de estudos universitários por um estabelecimento de ensino superior, não residir em nenhum dos países da União Europeia ou estados candidatos à adesão, acima referidos, não ter desenvolvido a sua actividade principal (estudos, trabalho, etc.) durante mais de 12 meses no decurso dos últimos cinco anos em qualquer dos Estados Membros ou nos países participantes no consórcio.

    O termo “janela das Balcãs ocidentais e da Turquia” inclui os estados da Albânia, Bósnia e Herzgovina, Croácia, antiga república jugoslava da Macedónia, Montenegro, Sérvia, Kosovo, sob a resolução 1244/99 do Conselho de Segurança das Nações Unidas e ainda a Turquia, país candidato à adesão à União Europeia.

    Estudantes da Categoria B

    Apenas os alunos de países europeus e os alunos que não estejam incluídos na Categoria A, que se tenham candidatado e sido admitidos para participar no Programa de Curso de Mestrado Erasmus Mundus são elegíveis para uma bolsa de Categoria B

    Os estudantes europeus deverão passar o seu período de estudo em, pelo menos, dois dos países parceiros. Pelo menos dois dos países visitados durante o Curso de Mestrado terão de ser distintos do país onde o bolseiro obteve o seu último diploma universitário.

    MONTANTE DO FINANCIAMENTO

    Todos os estudantes que receberem uma bolsa para o primeiro ano e que forem admitidos ao segundo ano receberão novamente a mesma bolsa para realizarem o segundo ano do Curso.

    Estudantes da Categoria A

    Para os anos académicos de 2012-2013 e 2013-2014, o Programa IM in NLP & HLT oferece 10 bolsas de estudo Master Mundus (Categoria A) aos estudantes de países terceiros na categoria geral e 2 bolsas na categoria especial da “janela das Balcãs ocidentais e da Turquia”.

    A soma total de cada bolsa é de 48.000 euros: 24.000 euros por ano (dos quais, 4.000 euros cobrem despesas de deslocação). A bolsa de estudos atribuída pela União Europeia aos melhores candidatos e cobre as propinas, despesas de transporte e de manutenção e ainda um seguro de saúde.

    Estudantes da Categoria B

    Para os anos académicos de 2012-2013 e 2013-2014, o Programa IM in NLP & HLT oferece 8 bolsas de estudo Master Mundus (Categoria B) aos estudantes de países estudantes europeus e estudantes que não estejam incluídos na Categoria A.

    A bolsa de estudos tem o valor total de 19.000 euros (9.500 euros por ano).

    A bolsa de estudos atribuída pela União Europeia aos melhores candidatos e cobre as propinas e ainda um seguro de saúde.

    Propinas de inscrição

    Successful applicants will be required to pay the following tuition fees (no caso dos candidatos que receberem bolsa de estudo, o montante da propina é deduzido do valor da bolsa). As propinas cobrem as despesas directamente relacionadas com a formação, acompanhamento, tutoria e seguro de saúde mas não incluem as despesas de manutenção e alojamento.

    Para os candidatos admitidos aplicam-se as propinas de inscrição com os seguintes valores:

    Estudantes da Categoria A

    Para estudantes da Categoria A (com ou sem bolsa de estudos), as propinas correspondem a 8.000 Euros por ano.

    Estudantes da Categoria B

    Para estudantes da Categoria B (com ou sem bolsa de estudos), as propinas correspondem a 3.500 Euros por ano.